Arquivo do mês: outubro 2016

O crítico, esse ressentido.

Hal Foster, uma das cabeças mais instigantes da crítica de arte contemporânea, com um instrumental teórico sólido aparafusado por heterodoxias marxistas e lacanianas merece ser conhecido para além da confraria dos interessados em arte que o saboreiam muito bem. No “O … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário