Bombando nos jornais

bordado-termocolante-militar-guerra-senta-a-pua-patch-mlt40_mlb-o-2903476091_072012

Um evento que não se notava há algum tempo foi registrado hoje pela Sergio Leo Foundation, entidade de defesa dos direitos do leitor: segundo informou grande jornal de alcance nacional, na edição de hoje, a notícia de um fato surpreendente “caiu como uma bomba”.
Já houve tempos em que essas bombas caiam com tanta frequência que Oliveira, o canalha da redação e CEO da SL Foundation, temia pela sobrevivência da espécie, principalmente as espécies política e a administrativa. Consulta feita pelos estatísticos da instituição, nesta manhã, identifica pouco mais de 71 mil ocorrências no Google para a expressão “caiu como uma bomba”, resultado que mostra a persistência, no país, de um conflito de porte médio, geo-referenciado pelos departamentos de lugares comuns das principais organizações jornalísticas.
Os últimos bombardeios mostravam forte potencial explosivo no arsenal armazenado pelo Judiciário, com o insólito e frequente registro de várias listas (“do Janot“, “de Fachin“) caindo como petardos na capital federal.

A mais recente queda de artefato bélico, segundo informa Oliveira com base na leitura de hoje, teria ocorrido em Moscou, aos pés da comitiva do presidente da República do Brasil, e estaria relacionada com botões que teriam sido apertados por uma comissão do Senado Federal.
“Isso significa que a tecnologia nacional já está habilitada a usar mísseis de longo alcance e não poupa nem as grandes potências mundiais; isso não vai terminar bem”, ponderou Oliveira, que advoga pelo desarmamento dos operadores de clichê nas organizações jornalísticas brasileiras.
P.S.: A Sergio Leo Foundation acaba de receber informes contraditórios, pela TV. Segundo comentário abalizado em programa matutino, a ação bélica no Senado apenas “acendeu uma luz amarela”. Oliveira, o canalha da redação e CEO de nossa querida instituição em defesa do leitor, já acostumado a essa vigilância jornalística nos semáforos do país, acredita que possa ter havido um curto circuito.
Anúncios

Sobre sergioleo

Escritor, Jornalista, artista plástico
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s